domingo, 31 de maio de 2009

O macaco solitário na floresta


Piada instantânea: O que é um pontinho vermelho comendo banana e dançando no meio do pomar? Um morangotango. Péssimo... eu sei. Mas quem sabe alguém goste da pintura em tinta acrílica de hoje.

sexta-feira, 29 de maio de 2009

Experiência e descontrole


Este é mais um estudo com tinta acrílica. Entretanto, essa tentativa de Elvis Presley parece que não deu muito certo. Talvez por falta de inspiração ou de paciência. O fato é que borrou tudo, além do uso da cor preta não ter sido dos mais felizes. Devia ter ouvido meu professor, que diz que não se usa preto em aquarela, pois mesmo sendo acrílica, estou usando a técnica com água. Ah... eu odeio a água. Enfim, postei o desenho/pintura aqui pois é capaz de alguém gostar, ou achar revolucionário, ou diferente. Sei lá. Apesar de eu não ter gostado do resultado, posso estar errado. Minha opinião não é a verdade absoluta. Então... apreciem... ou não.Justificar

quinta-feira, 28 de maio de 2009

Pseudo?




Estaria o meu blog se tornando menos pseudo? Afinal, o que é arte de verdade? O que não é arte? O que é arte de mentira? Eis os dois estudos em tinta acrílica que fiz ontem.

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Minha estreia na Comédia Stand Up

Esse vídeo é da minha estreia na Comédia Stand Up. Meu Open Mic foi apresentado no dia 12-05-2009 com o grupo Comédia na Veia, que abriu espaço pra mim no Bar Anhanguera.

Sonhos materialistas

Dizem que como todo bom capricorniano, sou apegado às coisas materiais. Em parte é verdade, mas por outro lado não, porque o conceito de "coisas materiais" pode ser muito abrangente.

Sempre sonho que perco algum objeto de desejo e quanto tento reencontrá-lo, não consigo. Por exemplo, sonho que deixei a chave do carro no restaurante, mas quando volto para buscá-la, já era... já perdi as chaves, o carro, tudo. E o interessante é que isso não acontece apenas com objetos físicos. Há sonhos em que vou fazer sexo com uma bela moça, mas aí vou buscar a camisinha ou fazer sei lá o que e quando volto, a moça ou desistiu do sexo ou simplesmente sumiu... ou mudou de personagem, o que acontece em sonhos. E aí, esse novo personagem pode não ser tão comível quanto o anterior.

Mas na noite de ontem, aconteceu algo novo. Estava escuro e eu estava atravessando uma passarela no meio de um parque ou jardim. Eu estava pedalando e de repente percebi que deixei a bicicleta pra trás. Voltei para buscá-la e estava escuro. Segui em frente e eis que surge a bicicleta no meio da escuridão. Consegui recuperar o item perdido, coisa inédita pra mim em sonhos. Será um sinal? Reflete algo na minha vida real?

terça-feira, 26 de maio de 2009

Moinho


Estudo em acrílica. Sim, é um moinho, mas não é na Holanda. É na Tchecoeslováquia. Eu sei que o país não existe mais, só que a foto que usei como referência foi tirada antes que o país se separasse.

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Deuses Hindus


Tem certas coisas que nos dias de hoje se tornam piada devido a sua atemporalidade. Ser um ultra-direitista é tão ridículo quanto ser ultra-esquedista. Ser super conservador pode ser tão danoso quanto ser muito liberal. Enfim, em tempos de centrismo, ainda falta muito bom senso. As pessoas ainda não sabem pesar. E o assunto de hoje, em uma época em que começamos a dar uma importância a tópicos como ecologia, tolerância e solidariedade, são as cotas raciais.

Da mesma forma que é inaceitável conservadorismos medievais onde mulheres eram queimadas na fogueira ou coloniais onde negros eram escravizados, para mim é uma grande piada a questão atual das cotas raciais. Concordo que é importante discutir o assunto, mas o jeito como ele é colocado atualmente é o que está equivocado. O correto seria agregar e não segregar. O correto seria enxergar cada ser humano como ser humano e não como branco, amarelo ou preto.

Aí a justificativa é que os negros sofreram muito no passado por causa da escravidão e tals... concordo. Concordo que sofreram injustiças desumanas. Mas não acredito que seus descendentes mereçam indenização por isso. Da mesma forma, os judeus receberam uma bela "indenização" por terem sofrido nas mãos dos nazistas. Ganharam um Estado inteirinho só pra eles e vejam no que deu. Se seguirmos essa linha de raciocínio de indenizar os descendentes dos que sofreram no passado, teríamos que também punir os descendentes daqueles que causaram a dor de outros. Então os alemães estariam condenados. Como descendentes dos nazistas teriam que ter menos oportunidades de empregos, de estudos... enfim. É tudo uma questão de ponto de vista. Pela minha descendência italiana eu poderia ser condenado por ter o sangue dos conquistadores romanos. mas pela minha descendência indígena eu reclamo por cotas. Também tenho um pouco, quase nada de descendência francesa. Então eu poderia reclamar por mais espaço na sociedade, já que meus antepassados devem ter sofrido nas mãos de Napoleão. Mas pode haver quem diga que eu mereça ser punido, afinal, sou descendente do baixinho.

Em suma, sou anti-cotas raciais. Afinal, nós macacos, somos todos iguais.

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Mais um pouco de cinema na tela


Este outro estudo em acrílica foi inspirado em uma foto de Adrien Brody atuando em O Pianista, filme que lhe rendeu o Oscar de Melhor Ator.

quarta-feira, 20 de maio de 2009

Estudo em acrílica


Exercício com tinta acrílica inspirado na capa do filme A Corrente do Bem.

terça-feira, 19 de maio de 2009

Sessão da Tarde


Tá passando mais um daqueles filmes de adolescente da Lindsay Lohan na Sessão da Tarde. Essa é uma atriz que dizem que é bonita, mas na verdade é bem feinha e cheia de produção. Daquelas que começou como atriz mirim, navegou pelas águas da biscatice, do homossexualismo poser e acabou nas drogas. Clássico. E ela ainda nem chegou aos 25. O filme de hoje é mais uma daquelas besteiras onde a boneca da protagonista vira gente de verdade. Quantas vezes já passaram histórias iguais a essa? Os anos 80 já saturaram com esse enredo. E por falar nesta década maravilhosa em que nascemos, tanto eu quanto Lindsay Lohan, me recordo dos clássicos da Sessão da Tarde que eu assistia na minha infância e adolescência e que agora se tornaram filmes cults e que só passam de madrugada. Ontem mesmo passou Conta Comigo. Esse filme é classe A. Está entre os Tops. Baseado em um conto de Stephen King, o filme conta com atores como Kiefer Sutherland, o falecido River Phoenix e até Richard Dreyfuss, cujo nome não consta nos créditos finais. A narrativa parece boba, mas é poderosa. E as músicas embalam uma das mais belas histórias que já passou nas Sessão da Tarde. Destaque para clássico Stand By Me de Ben E. King.


"Eu tenho uma arma a serviço da lei..."

segunda-feira, 18 de maio de 2009

Zebra de Grevy


Estava eu ontem assistindo um documentário sobre a Zebra de Grevy no canal Animal Planet. Não se trata de uma zebra sindicalizada e lutando por seus direitos trabalhistas, mas a Zebra de Grevy é uma das três espécies de zebras existentes. É a de maior porte e pode ser reconhecida por suas listras mais estreitas e orelhas grandes, que lembram a de um camundongo. Infelizmente, há apenas em torno de 2000 zebras dessa espécie no mundo. Ela está ameaçada de extinção. Mas felizmente ela se reproduz em cativeiro. Quem mora em São Paulo pode ver uma dessas no Zoológico da cidade. Depois de ver esse documentário fui dormir... e sonhei com zebrinhas.

quarta-feira, 13 de maio de 2009

Fundo do Mar 2


Aqui vai uma pintura do fundo do mar... ou quem sabe um aquário feito com tinta acrílica. Esse foi meu presente de dia das mães. Daí vai vir algum doido e achar que isso é coisa de muquiranas que não quer gastar comprando e então faz o presente. Mas esse doido não se dá conta que eu tive que comprar a tela, as tintas e os pincéis. Eu fiz a economia girar.

P.S.: A ilustração Fundo do Mar 1 está no post do link a seguir: http://pseudoartes.blogspot.com/2009/03/fundo-do-mar.html

segunda-feira, 11 de maio de 2009

REM

Rapid Eye Movement é aquele momento do sono em que estamos dormindo profundamente e sonhando igual doidos. A sigla REM também é o nome de uma ótima banda americana, mas o interessante é que este estágio do sono não é exclusivo dos seres humanos. Os animais também têm seus espasmos...

video

P.S.: O som ao fundo é do filme Loucuras na Idade Média, do post anterior...

sexta-feira, 8 de maio de 2009

Loucuras na Idade Média


Peguei um daqueles livros de fotografia da Tchecoeslováquia que tem aqui em casa faz quase 20 anos e comecei a procurar referências para desenhar. Vi castelos, encenações de combates com caveleiros... e comecei a esboçar algo. Para o meu azar, liguei na Rede Globo e vi que estava passando o filme "Loucuras na Idade Média" com o Martin Lawrence. Acho que esse filme é o que mais repete na televisão brasileira. E olha que muita gente não gosta do Martin Lawrence... dizem que ele não tem graça nenhuma, apesar de outros o considerarem um monstro da comédia. Mas enfim, ninguém merece ver esse filme de novo. Apesar de que não dá pra contar nos dedos quantas vezes já assisti.